Casal gay é agredido com pau cheio de pregos após beijo

Casal gay

Casal gay é agredido na Zona Sul de São Paulo

Um Casal gay de 25 e 20 anos, foram agredidos por um vendedor ambulante com um pau cheio de pregos enferrujados, no domingo (12/01). De acordo com o site Catraca Livre, as vítimas foram atacadas porque se beijaram em público. O caso aconteceu no Terminal Capão Redondo, na Zona Sul de São Paulo.

Veja também: Jovem é metralhado e filma a própria morte ao vivo; veja o vídeo

Lucas Trindade e Caio Costa contaram a polícia que o agressor se disse ofendido, que eles estariam desrespeitando as pessoas da fila. Após discussão, o criminoso deixou o local fazendo ameaças de morte e retornou com a arma branca.

O casal foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Santo Eduardo, na cidade de Embu Das Artes, na Grande São Paulo. A Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), vinculada à Divisão de Proteção à Pessoa do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), investiga o crime.

Homofobia é uma violação do Direito Humano fundamental de liberdade de expressão da singularidade humana, revelando-se um comportamento discriminatório. As leis em vigor no Brasil ainda não preveem o crime de homofobia, mas a Constituição Federal de 1988 determina no Art. 3º, inciso XLI que “Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação; e no Art. 5º, inciso XLI, que “a lei punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades fundamentais”.

Homofobia consiste na intolerância, discriminação ou qualquer manifestação de repúdio à homossexualidade e à homoafetividade. A repulsa às diferentes formas de orientação sexual representa um desrespeito às liberdades básicas garantidas pela Declaração Universal dos Direitos Humanos e pela Constituição Federal. Somos um aliado no combate à homofobia.

Compartilhe