Carla Perez não deixa filha dançar na boca da garrafa: ‘Pessoas estão muito maldosas’

Carla Perez

Carla Perez não deixa filha dançar na boca da garrafa

A cantora Carla Perez, até hoje lembrada como a Loira do Tchan, disse que não deixaria sua filha, Camilly Victoria, de 17 anos, seguir os mesmos passos que ela. Na avaliação da artista, “as pessoas estão muito maldosas hoje em dia”. Carla garantiu que não deixaria a adolescente dançar na boquinha da garrafa. Carla Perez não deixa filha dançar na boca da garrafa…

Leia mais: Rapaz engravida namorada e sogra ao mesmo tempo

Quando eu era do É o Tchan, por mais que a gente fizesse uma dança sensual, não era com uma conotação sexual. Hoje em dia as coisas são muito mais sexuais, explicou Carla ao site Universa, neste sábado (9), durante o lançamento de uma coleção de lingerie.

Carla Aparecida Perez Soares (Salvador, 16 de Novembro de 1977) mais conhecida como Carla Perez, é dançarina, atriz, modelo, apresentadora e cantora brasileira.

Aos quinze anos, abdicou de seu baile de debutante para poder fazer um curso de manequim. Foi, porém, no ano de 1995, quando foi convidada para fazer parte do grupo musical Gera Samba, atual É o Tchan!, que Carla Perez começou a fazer sucesso.

Ainda neste ano, posou, pela primeira vez, para a revista adulta, na capa da edição de outubro – seria capa de suas outras edições: em abril de 1998 e em dezembro de 2000, além de um pôster em janeiro de 2001.

Após o casamento com Xanddy, vocalista do grupo Harmonia do Samba, Carla Perez passou a se dedicar ao público infantil e teve dois filhos: Camilly Victória e Victor Alexandre. O casamento dos dois durou quase cinco anos, e separaram-se em 2006, mas durante o programa Domingo Legal do SBT, onde também tinha apresentado os programas Fantasia e Canta e dança minha gente, Carla Perez reatou com Xanddy.

O grupo É o Tchan!, por sua vez, se tornou um dos maiores fenômenos midiáticos dos anos 90 surgiu em Salvador no começo dos anos 80. Carla chegou a participar de um DVD comemorativo aos 10 anos do grupo em 2004, onde reviveu sua fase de dançarina de axé ao lado de seus ex-colegas de grupo, dentre eles, Beto Jamaica e Scheila Carvalho.

Compartilhe