Cantora Aline Barros é vítima de ataque na web e vazam fotos pessoais

Cantora Aline Barros é vítima de ataque na web e vazam fotos pessoais

Será que quem fez isso com as fotos de Aline Barros, também está por trás das fotos atribuídas a Samuel Mariano?

Cantora Aline Barros

Cantora Aline Barros… Depois que o mundo gospel foi surpreendido com as fotos que o pastor Samuel Mariano garante que são montagens, foram espalhadas pela web, outras imagens acabaram voltando à tona.

+++Pai e filha fogem para ficar juntos, têm um bebê e são presos por incesto

Trata-se de imagens que circulam em vários sites de conteúdo adulto desde 2015, que mostram o rosto da cantora gospel Aline Barros em corpos sem roupa , em poses.

As imagens são montagens, e apesar disso, algumas pessoas passaram a compartilhar as fotos em grupos de Whatsapp, acreditando serem reais.

Obviamente não iremos reproduzir as imagens aqui, mas apenas para se ter ideia do nível de sofisticação das montagens, veja uma das imagens:

Cantora Aline Barros

As fotos passaram a circular em sites especializados nesse tipo de conteúdo, depois que a cantora declarou em entrevista, que ser homo é pecado.

Isso teria sido uma espécie de represália do ativismo, que não aprovaram a declaração da cantora.

Não se sabe o que a assessoria da cantora fez a respeito, mas as imagens continuam nos sites.

Será que quem fez isso com as fotos de Aline Barros, também está por trás das fotos atribuídas a Samuel Mariano?

Fonte: ofuxicogospel

Cantora Aline Barros começou a cantar em Igrejas Evangélicas aos dois anos de idade. Aos nove anos já acompanhava o pai, pastor Ronaldo Barros e o Ministério de Louvor da Comunidade Evangélica da Vila da Penha, na zona norte do Rio de Janeiro.

Logo depois, Aline começou a fazer parte da equipe de louvor, participando de algumas gravações. Com quatorze anos, Aline gravou a primeira canção solo Tua Palavra, no CD da Comunidade. Esta música entrou para as mais pedidas nas rádios evangélicas do Rio de Janeiro. Dois anos depois, a canção Consagração foi um sucesso no Brasil, tendo ficado nove meses em primeiro lugar em execução nas rádios, além de ser cantada pelas igrejas de todo país.

Apesar de ser formada em Biologia Marinha, pela UFRJ, é na música que se sente realizada.

Em março de 2004, Aline assinou contrato com a gravadora/distribuidora MK Music que, segundo a cantora, representou uma nova fase para seu ministério. Sete meses depois, ela se tornou a primeira cantora evangélica brasileira a receber o Grammy Latino, na categoria Melhor Álbum de Música Cristã por Fruto de Amor (2003), gravado em estúdio, quando ainda estava na gravadora do seu pai, a AB Records.

Em seguida, ela lançou o CD Som de Adoradores, que é Disco de Diamante, pelas mais de 500 mil cópias vendidas. O álbum, que tem produção de Rogério Vieira, é o primeiro da cantora com músicas inéditas ao vivo e foi gravado pelo multi Grammy Nomineé Carlson Barros (atualmente trabalhando em estúdios de gravação nos Estados Unidos da América, após uma longa carreira a frente dos estúdios da MK Music), é o primeiro da cantora com músicas na Comunidade Internacional da Zona Sul, onde Aline e família são membros. O CD foi indicado para o Grammy Latino 2005, na mesma categoria em que Aline venceu no ano anterior em 2004.

Em 2005, ela lançou o DVD Som de Adoradores, com todas as músicas do CD e um medley com as canções Derrama (Fernandinho), Faz Chover (Michael Farron) Consagração (Anderson Matos e Marcelo de Matos) e Aclame ao Senhor (Hillsong). Este trabalho também teve a engenharia e direção de áudio de Carlson Barros. O trabalho já é DVD de Ouro.

No final do mesmo ano, foi lançado o CD Cantora Aline Barros e Cia, um álbum que compõem um projeto especial voltado para o público infantil e foi pensado por Aline e pela direção da gravadora. As músicas, com conteúdo didático e evangelístico, têm o objetivo de levar às crianças a mensagem do Evangelho de uma maneira contextualizada e divertida. A produção também é de Rogério Vieira, e tem composições de nomes como Solange e Beno Cesar e de Gilmar Santos.

Compartilhe