Briga de Salvador e Lauro de Freitas no metrô e na disputa de 2018

Briga de Salvador e Lauro de Freitas

Briga de Salvador e Lauro de Freitas no metrô e na disputa de 2018

A velha briga por limites territoriais está de volta à pauta, desta vez com as cores de 2018. A questão: o deputado Rosenberg Pinto (PT), presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia, está querendo que o presidente, Angelo Coronel (PSD), avoque para si a responsabilidade pela agilização de nove projetos que redefinem fronteiras. Briga de Salvador e Lauro de Freitas

Briga de Salvador e Lauro de Freitas

O argumento oficial é que para a redefinição populacional ter efeito nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios, o IBGE tem que ter os dados para comunicar ao Ministério da Fazenda até o dia 27 próximo, daí a urgência.

Leia mais: URGENTE: Sorteios do Minha Casa Minha Vida na região metropolitana

A questão é que entre os nove projetos está o da capital e Lauro. E a oposição diz que o governo quer inaugurar o metrô em junho com o carimbo de soteropolitano, pois a última estação está hoje em área de Salvador.

Leia mais: Pai engravida a própria filha e depois do nascimento da criança ele mata os dois

Leia mais: Pai e filha fogem para ficar juntos, têm um bebê e são presos por incesto

Leia mais: Anã da novela ‘O outro lado do paraíso’ posta foto NUA – veja

Luiz Eduardo — Rosenberg Pinto admite:

Nós vamos respeitar o acordo feito com ACM Neto, pelo qual Lauro cedeu o Condomínio Marisol. Mas de fato há problemas políticos.

Luciano Ribeiro (DEM), líder da oposição, diz que fará tudo ‘conforme a lei’. E é aí que a porca torce o rabo.

Mesmo que a Assembleia aprove a redefinição, para oposicionistas o tema é regido por lei federal, exigindo plebiscito nas duas partes. Na era ACM, Luiz Eduardo Magalhães foi emancipada com plebiscito apenas lá. Agora, vai dar Justiça.

Novo Centro no gatilho

O governo está em vias de concluir a proposta de manifestação de interesse (PMI) do novo Centro de Convenções, na área do Parque de Exposições, que terá shopping com lojas de grife, hotéis e afins.

Embora Rui Costa tenha dito que as duas opções, a do Comércio e a do Parque, estejam valendo, a última está bem mais perto da real. Até porque, no caso do Comércio, depende de Temer, um complicador.

Ainda a saída de ACM Neto

O senador Otto Alencar (PSD) diz que em termos das expectativas para as eleições deste ano, a saída de ACM Neto da disputa pouco vai mudar.

A base de Rui é forte e unida, o governo tem boa avaliação. Mudou o candidato, mas não vamos tirar o pé do acelerador.

E por que Neto saiu?

Não sei e nem vou fazer ilações sobre isso. A única coisa que posso dizer é que é problema dele. Briga de Salvador e Lauro de Freitas

Fonte: atarde

Compartilhe