Bolsonaro

Cobrança foi criada com crise de falta de chuvas. Governo quer bandeira verde até o fim do ano

O governo federal através do presidente Jair Bolsonaro decidiu antecipar para o dia 16 o fim da bandeira de Escassez Hídrica nas contas de luz, criada durante a crise do ano passado, e que representava um custo adicional de R$ 14,20 a cada 100 quilowatts-hora consumidos.

Veja também: Homem faz tatuagem no ÂNUS em protesto contra Bolsonaro

O anúncio foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais nesta quarta-feira. Ele estimou redução de cerca de 20% no custo da energia, mas não explicou a origem do cálculo.

A redução dará um alívio nas contas de luz. Antes desta antecipação, a expectativa é que ela ficasse em vigor até 1º de maio. Com isso, a bandeira voltará a ser verde pelo menos até o do próximo mês.

O Ministério de Minas e Energia afirma que, com a manutenção das atuais condições de chuva, o governo trabalha com a perspectiva de bandeira verde até o fim do ano.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe