Auxílio Emergencial: De acordo com o Ministério da Cidadania, algumas pessoas irão receber uma espécie de cota extra 

O Governo Federal concluiu oficialmente os pagamentos do seu Auxílio Emergencial. O benefício chegou ao fim ainda no final do último mês de outubro. A decisão atual do Palácio do Planalto é por não prorrogar o projeto por mais tempo. De qualquer forma, eles irão pagar uma espécie de cota extra agora em novembro.

Leia mais:  Homem faz tatuagem no ÂNUS em protesto contra Bolsonaro

Quem está dizendo isso é o próprio Ministério da Cidadania. Mas, calma. O dinheiro desse pagamento adicional não vai para todos os 35 milhões de brasileiros que estavam no programa até outubro. Apenas uma pequena parcela desses beneficiários é que irão poder pegar essa quantia agora em novembro.

De acordo com o Ministério da Cidadania, esse dinheiro vai para as pessoas que tiveram o benefício bloqueado entre as parcelas 6 e 7 do Auxílio Emergencial. São brasileiros que decidiram contestar o resultado do cancelamento, e que tiveram o direito de receber de novo esses ciclos. Para eles, a quantia vai cair na conta até o próximo dia 30.

É preciso, aliás, prestar atenção porque essas datas serão definidas individualmente. Então é preciso ir até o site oficial do Auxílio Emergencial para saber como está a sua situação. A ideia é portanto que todos recebam esse montante até o final deste mês. O Ministério da Cidadania ainda não revelou quantas pessoas irão pegar esse dinheiro.

De acordo com a pasta, cerca de 35 milhões de brasileiros estavam recebendo o Auxílio Brasil até o último mês de outubro. Destes, boa parte vai ficar sem nenhum tipo de benefício a partir de novembro. Isso porque se sabe que o novo Bolsa Família não abriu novas vagas nesta primeira leva de repasses.

Como fazer a consulta

Aliás, quem quer saber como está a situação da sua contestação no Auxílio Emergencial, pode fazer isso de maneira remota mesmo. Basta ir até o site oficial da Consulta Auxílio Emergencial 2021, que faz parte do domínio do Ministério da Cidadania.

Logo depois, vai ser preciso preencher os seus dados pessoais. Eles pedem portanto o número do CPF, o nome da mãe, o seu nome completo e também a sua data de nascimento. Aí é só clicar na opção Sou Humano.Pronto.

O próximo passo é clicar em Enviare selecionar as imagens verificadoras. Logo depois, a própria página vai levar você para o seu perfil oficial do Auxílio Emergencial. Por lá, o cidadão vai conseguir ver qual é o estágio da sua solicitação de contestação.

Auxílio Emergencial

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe