Assalto a banco termina com 13 mortos! 6 eram reféns com duas crianças  

Assalto a banco termina com 13 mortos

Assalto a banco termina com 13 mortos!

A onda de assalto a bancos com reféns está levando o terror as cidades do interior de todo o Brasil e, principalmente, no Nordeste do país. Outra ação criminosa do chamado ‘Novo Cangaço’ aconteceu na madrugada desta sexta-feira (7), na cidade de Milagres, na Região do Cariri do Ceará, e terminou em um grande massacre.

Leia mais: Menina de 10 anos morre após ser espancada por colegas na escola

De acordo com o portal de notícias online, G1, a tentativa de assalto às agências bancárias da cidade aconteceu por volta das 2h17 da madrugada. Os criminosos estavam fortemente armados e foram interceptados pela polícia, que frustrou a tentativa de assalto aos dois bancos, que ficam na Rua Presidente Vargas, no Centro do município, que tem 28 mil habitantes.

Tentativa de assalto a bancos termina com 13 mortos

Diante do cerco policial, o bando armado iniciou uma grande troca de tiros e usou reféns como escudos humanos. Infelizmente, de acordo com as informações do prefeito da cidade, Lielson Landim, treze pessoas morreram no confronto. Foram seis reféns executados pelos bandidos, sendo que cinco são da mesma família – entre elas duas crianças de 10 e 13 anos. O sexto refém ainda não foi identificado, ao que tudo, indica ele é morador da cidade de Brejo Santo.

Segundo a Polícia Militar, dois suspeitos foram presos. Os corpos dos reféns e dos suspeitos foram levados para Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense (antigo IML) da cidade de Juazeiro do Norte. Os criminosos não conseguiram saquear as agências.

A família que foi feita refém estava viajando para Serra Talhada, em Pernambuco, quando passou por um trecho interditado na rodovia BR-116, na altura da ponte sobre o riacho Tamanduá, e foi sequestrada, infelizmente se tornaram vítimas fatais desta tragédia.

Moradores da cidade relataram que o tiroteio durou cerca de 20 minutos. Segundo o comerciante e agricultor, Mendonça de Santa Helena, houve muito desespero, era possível ouvir vários gritos e muitas pessoas chorando. A polícia continua em busca de pistas sobre o paradeiro dos criminosos.

Compartilhe