Adolescente tenta aborto após ser estuprada pelo padrasto e morre

Adolescente tenta aborto

Adolescente tenta aborto após ser estuprada e morre

Aos 16 anos, Katherine da Silva Ferreira morreu na tentativa de fazer um aborto. Mãe da vítima não sabia da gravidez.

No último sábado, 3, no Hospital Municipal Dr. Alberto Tolentino Sotelo, em Santarém, no Pará, Katherine da Silva Ferreira, de 16 anos, veio à óbito após realizar um aborto. Adolescente tenta aborto.

Veja também: Filhos de Flordelis chocam a Polícia Civil com revelação sobre o pastor Anderson do Carmo 

Lene Pereira, mãe da vítima, diz que não sabia sobre a gravidez da filha. Depois do acontecido, um boletim de ocorrência foi registrado por Kelton John dos Passos Ferreira, pai de Katherine. De acordo com ele, a filha teria sido abusada sexualmente pelo padrasto, Ted Jorge Ferreira Moreira, de 33 anos.

O delegado encarregado do caso, Erik Petersson, informou que o acusado está foragido e que é preciso identificá-lo para dar continuidade às investigações. “Não sabemos do padrasto da menina. Ele está em local incerto e não sabido. A gente precisa ouvi-lo para que ele conte a sua versão dos fatos”, relatou.

Ainda segundo depoimento da mãe da menina, a adolescente teria sido internada por causa de uma infecção urinária. Os funcionários do hospital teriam dito que ela já havia chegado ao local com o feto morto e que precisaram submetê-la a uma cirurgia de emergência. A polícia investiga se a garota teria tentado realizar um aborto em casa mesmo.

Compartilhe