Adolescente é suspeito de matar irmão de 2 anos

Um adolescente de 14 anos foi detido após ter matado o irmão de apenas dois anos. O episódio aconteceu nesta quinta-feira (2), na fronteira do Brasil com o Paraguai. A criança foi achada morta em casa, no bairro Bernardino Caballero, em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta-Porã, em Mato Grosso do Sul.

Leia mais:  Homem faz tatuagem no ÂNUS em protesto contra Bolsonaro

De acordo com reportagem da agência O Globo, a mãe dos dois encontrou o corpo do filho. Porém, ela passou mal e precisou ser hospitalizada. A suspeita é de que a morte tenha sido um acidente.

No começo das investigações, a polícia achou que o caso se tratava de um sequestro, pois foi encontrado um bilhete em espanhol na casa. O recado estava escrito em uma folha de caderno: “Seu filho viu algo que não devia. Estamos com seu outro filho maior”.

No entanto, foi comprovado que o bilhete foi escrito pelo próprio adolescente. Ele foi visto por câmeras de segurança enquanto alugava uma bicicleta depois de sair de casa. O veículo estava com ele quando foi localizado.

O adolescente estava cuidando do irmão. A mãe deles tinha saído de casa para trabalhar às 7h e, ao voltar, às 17h, ela achou a criança já sem sinais de vida, em cima de uma cama. Ela, então, cobriu o corpo e foi para o Hospital Regional Pedro Juan Caballero, onde a morte da criança foi confirmada.

O médico-legista que analisou o caso afirmou que em um exame externo e superficial mostrou que a morte deve ter ocorrido entre 13h e 14h. Além disso, não foram encontrados ferimentos externos e nenhum sinal de maus-tratos.

A causa da morte pode ter sido asfixia mecânica realizada por outra pessoa, pelo fato de não ter sido achado nenhum corpo estranho no aparelho respiratório, ou um acidente.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe