Acusado de matar amante

Acusado de matar amante da esposa é preso em outro Estado com a mesma mulher

Um Acusado de matar amante da esposa dele, na Cidade de Euclides da Cunha, no Sertão da Bahia, teve mandado de prisão cumprido no sábado, dia 5/6, no Estado do Mato Grosso do Sul. A Delegacia Territorial (DT), da Cidade, em conjunto com a Polícia Civil do MS localizou o homem, que estava há mais de 20 anos foragido, tendo mudado o número de CPF e parte do nome para dificultar a prisão.

Segundo informações colhidas nas apurações, após descobrir que estava sendo traído, o homem atirou com uma espingarda no amante da companheira. O crime aconteceu no povoado Chão Vermelho. “Ele foi encontrado em sua residência, no município de Campo Grande- MS, com a mesma mulher da época do fato”, relatou o coordenador da 25ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), delegado Paulo Jason.

Segundo a SSP-BA, o mandado por homicídio qualificado foi cumprido na Delegacia de Polícia de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, onde ele se encontra à disposição do Poder Judiciário.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Crime passional é a expressão usada para se referir a um crime que é cometido motivado por uma grande emoção. O termo passional, utilizado para caracterizar o crime, faz referência a um sentimento ou emoção em que existe um alto grau de afeto ou de sentimento de posse em relação à vítima.

É um crime que muitas vezes está relacionado com o artigo 121 do Código Penal (homicídio) e geralmente acontece motivado por ciúme ou sentimento de posse nas relações conjugais e afetivas.

Na maioria das vezes o crime passional é motivado por uma forte emoção, que tem o poder de provocar no autor do crime um sentimento de paixão doentia. Se não se sentir correspondido ou reconhecido como amor, a pessoa pode desenvolver um comportamento dominador, possessivo e agressivo, que pode ter como consequências agressões físicas, estupros e homicídios.

Compartilhe