5 dicas essenciais para manter a saúde do bebê nos primeiros meses de vida

saúde do bebê

A saúde do bebê nos primeiros meses de vida

Nos últimos tempos, muitos pais colocam avisos nos carrinhos de bebê pedindo para estranhos que não interajam com os recém-nascidos. A saúde do bebê.

Leia mais: Metade das mulheres têm um homem “na reserva” caso o seu relacionamento atual termine

Já é claro que crianças nos primeiros meses de vida não têm anticorpos suficientes para combater uma infecção ou até mesmo uma gripe simples.

Por isso vacinar é o mais importante para que as crianças desenvolvam anticorpos. Como os recém-nascidos precisam de várias doses de algumas vacinas, saiba que pode haver casos de ele precisar acompanhamento depois da aplicação de alguma delas. Esses casso são completamente normais.

Segundo a pediatra Hansa Barghava, editora do sítio estrangeiro Web MD, um resfriado em uma criança de cinco anos poderia ser o início de uma série pneumonia em um bebê de até seis meses.

De acordo com a especialista estes são as cinco dicas que os pais devem levar em conta

  1. Certifique-se que todos lavem as mãos ante de tocar o bebê. Se algum adulto que cuida da criança está gripado, ele deve usar uma máscara.
  2. Amamente a criança o máximo possível. O leite materno é a principal fonte de anticorpos nos primeiros meses de vida. Além disso, fornece nutrientes importantíssimo, minerais e protege de infecções.
  3. Vacine sempre! Por mais que alguns movimentos hipsters queiram desmerecer esta prática, a eficiência da vacinação nunca deve ser colocada em cheque. Segundo a médica, várias crianças não vacinadas chegam aos hospitais com infecções mortais por conta de pais descuidados. A prática salva vidas, e ponto final.
  4. O recém-nascido precisa dormir, e muito. São ao menos 16 horas por dia, e durante o sono o organismo trabalha para fortalecer o sistema imunológico.
  5. Não seja superprotetor e não fique com medo de deixar parentes tocaram as crianças. Lembre-se que eles devem estar higienizados e que os pés dos bebês são um lugar seguro caso haja medo de qualquer infecção.
Compartilhe